A AMEAÇA DAS MÁQUINAS NA VIDA DOS TRABALHADORES

 

De quem é a culpa pelo mundo estar mudando tão depressa?

Quando analisamos o mundo “velho” com o mundo “contemporâneo” percebemos várias mudanças, umas boas e outras não tão boas assim, pelo menos não para os trabalhadores. Por exemplo – o agricultor foi substituído por robô, assim como na fabricação de um automóvel onde, substituíram quatro operários por apenas um robô; a recepcionista e a secretária foram substituídas eletronicamente; bancos e asseguradoras trocaram milhares de voz por atendimento eletrônico; em algumas cidades – como a capital de Goiânia no Brasil, já nem existe mais cobradores de ônibus, é tudo eletrônico; ou seja, ninguém mais está seguro, ás máquinas tomaram conta de tudo.

Empresas, ansiosas por reduzir custos e melhorar suas margens de lucro tem substituído trabalho humano por máquinas a um ritmo acelerado, por isso, talvez você perca o emprego, ou talvez não! Talvez a globalização te alcance, ou talvez também não! Talvez você até domine as novas tecnologias, talvez você seja bem sucedido, mas para isso tente oferecer o que as máquinas não podem dar, e quando descobrir nos conte, por favor!

A “era industrial” acabou com trabalho escravo, e a “era da tecnologia e do acesso” dará fim ao trabalho assalariado em massa, pelo menos é o que podemos ver nos últimos dias em todo o mundo, isso inclui os países em desenvolvimentos e até os chamados – super desenvolvidos. Nós só iremos compreender que ÁS MAQUINAS tiraram nossos empregos quando formos demitidos. Muitas pessoas acham que não poderão ser substituídas por máquinas, porém acredite, essa não é a realidade do mundo em que vivemos. Mundo este 100% capitalista, basta olhar ao seu redor, o dinheiro compra tudo, e neste caso comprou máquinas para substituir o trabalho do homem, até mesmo em suas tarefas intelectuais e criativas.

Será por isso que a área de vendas – conhecida como vendas diretas/marketing multinível cresce tanto nos últimos dias? Afinal, para vender algum produto ou qualquer outra coisa não é necessário o uso de máquinas, qualquer um pode fazer. Essa área, na maioria das vezes nem requer experiência, basta apenas que o trabalhador se comunique bem e conheça detalhadamente o que vai vender, esse é um dos principais aspectos, e por isso a procura por essa área é consideravelmente grande. Na verdade é uma profissão foco de muita gente, talvez por não haver discriminação de sexo e nem limitações, ou por não exigir formação especializada e nem experiência em administração.

Em alguns estudos feitos para a criação deste artigo, inclusive notícias atuais veiculadas em grandes jornais, foi constatado que existe cerca de 1 bilhão de pessoas sem emprego (o número poderia ser maior se não fosse as vendas), muitas delas perderam para as “novas tecnologias”. A raça humana está cada vez mais desempregada e vive com menos de 2 dólares por dia. Um terço da humanidade não tem eletricidade e nunca deu um telefonema, o que seria despercebido senão fosse à infestação da tecnologia em todo o mundo, e isso é o que podemos exemplificar como “controvérsia” já que as máquinas estão em todos os lugares. Então surge uma dúvida, por que não usá-las para também “favorecer” a nação humana ao invés de favorecer somente empresas? Nesses dois exemplos já seria uma boa não acham? Algumas pessoas acreditam que a máquina veio para “facilitar” a vida do homem, porém deveriam lembrar que para isso muitos passam fome em função do desemprego provocado por elas.

Novas e sofisticadas tecnologias aproximarão cada vez mais a civilização de um mundo praticamente sem trabalhadores, por isso, fique esperto!

  • Use o computador da forma que puder, ele pode ser seu maior inimigo, ou seu melhor amigo. Como inimigo – reduz salários e empregos, como amigo – pode ser o melhor instrumento que você possuirá;
  • Selecione as notícias que você lê, não dê importância a todas – muitas delas só irão te deixar deprimido;
  • Aprenda com seus problemas, eles são seus melhores amigos do passado e provavelmente o seu passaporte para o futuro;
  • Tenha cuidado com as pessoas que lhe dão conselhos, mas seja pacientes com elas;
  • De uma lado o fim dos empregos, do outro, a terra das oportunidades – basta ter conhecimento!

Não fique parado, invista em você!

Criação: Wanessa Marçal
Adaptação: Fábio Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.