“O PERIGO DOS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS”

alimentos industrializados podem não ser tão saudáveis
caveira feita com alimentos industrializados

 

Pães, massas, biscoitos, chocolates, amendoins, doces, refrigerantes, sucos de caixinha, sorvetes sandwiches, maioneses… Se tudo isso faz parte da sua dieta atual é melhor ler este artigo com bastante atenção. Através dele, você vai perceber que está correndo dois grandes riscos: O primeiro – de se tornar um obeso; e o Segundo – de adquirir doenças que afetam diretamente a qualidade da sua vida, veja:

Nunca se ouviu falar tanto na expressão “alimentação saudável” como se tem nos últimos tempos. Será que isso ocorre porque cerca de 30% da população mundial sofre de obesidade? Ou será apenas porque se alimentam errado? A resposta a esta pergunta é simples e objetiva: As duas coisas! Ou seja, por se alimentar errado muitas pessoas adquirem a obesidade.

Em razão da correria do dia-a-dia e de vários outros fatores, às pessoas, estão optando por alimentos industrializados, talvez, por serem mais “práticos e rápidos”, porém esquecem dos perigos que eles apresentam. Se ao menos fossem consumidos “moderadamente” não afetariam tanto a saúde humana, mas ao contrário disso, a quantidade de consumação destes alimentos vem crescendo exageradamente.

O que precisamos saber como sociedade, é que nem todo alimento preparado de forma rápida, embalado ou vendido dentro de “caixinhas” são bons para nossa saúde. Pois muitos desses alimentos, na sua maioria industrializados, possuem substâncias químicas para durarem por mais tempo, o que interfere diretamente na saúde de quem os consome, podendo provocar (a depender da substância) de uma simples intoxicação, a um câncer.

O alerta então fica – para alguns componentes químicos utilizados pelas fábricas na produção desses alimentos industrializados e que devem ser consumidos sem exageros, são eles: Corantes, aromatizantes, conservantes, antioxidantes, estabilizantes, acidulantes, nitrados etc.

Alguns de seus efeitos colaterais:

Conservadores (ácido benzóico, nitratos, nitritos…): alergia, distúrbios gastrointestinais, dermatite, aumento de mutações genéticas, hipersensibilidade, câncer gástrico e do esôfago.
-Corantes: reações alérgicas, convulsões e câncer.
-Espessantes: irritação da mucosa intestinal e ação laxante.
-Estabilizantes: cálculos renais e distúrbios gastrointestinais.
-Umectantes: distúrbios gastrointestinais e da circulação pulmonar.
-Acidulantes (ácido acético): cirrose hepática, descalcificação dos dentes e dos ossos.
-Flavorizantes: câncer e alergias.

Agora, depois de ler esse artigo e adquirir conhecimento, você poderá pensar melhor entre alimentar-se de comidas industrializadas ou optar por NATURAIS… Pense bem!

Texto: Wanessa Marçal/Fábio Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.