Você sabe escrever?

 

Essa é uma pergunta que sempre deveríamos fazer a nós mesmos.

A arte de escreverO objetivo deste artigo não é impor e nem fazer um manual de certo ou errado durante a escrita, mas sim, demonstrar algumas dicas para melhorar a construção de um texto, até porque, sempre nos passamos em uma coisa ou outra. O principal objetivo ao falar sobre como escrever bem, é unicamente dar atenção a concordância, ou seja, um texto para ser lido por outras pessoas tem que ter harmonia, sentido, assim o leitor entende o que o escritor quer passar, diferente de um texto perdido que às vezes é necessário ler e reler inúmeras vezes para entender a ideia. Ninguém merece!

Quem nunca recorreu às correções gramaticais que existem na web para construir um texto? Bom, eu não sei você, mas eu sempre faço isso, mesmo diante da certeza que tenho em algumas situações. Pois é! Escrever bem em primeiro lugar é pensar no leitor, é expressar-se usando corretamente a gramática. Claro, é preciso entender que existem vários tipos de escrita, afinal, escrever para um BLOG não é a mesma coisa que escrever para um jornal, ou revista, onde exige uma formalidade maior, além de um português impecável.

Então, a segunda dica é essa – usar o bom senso. Respeite a particularidade de cada situação – existirão momentos que você terá que ser formal, assim como em outros que a simplicidade e a clareza têm que predominar;

Evite escrever muito, é chato e cansa quem está lendo, e você ou o leitor acabam se perdendo nas ideias. Seja claro e direto;

O foco deste artigo e a escrita para BLOG, por isso, seja muito criativo, solto, mas sem exageros é claro! A criatividade enriquece qualquer texto, e no blog ela é fundamental;

E como última dica – LEIA! Só escreve bem quem lê bastante – um depende do outro.

Espero que com essas dicas a partir de hoje você venha escrever mais, seja para BLOG, jornais, ou até mesmo em redações para aquele novo emprego, escreva! Porque ao contrário da falácia que existe por aí, “ESCREVER NÃO É PRIVILÉGIO DE POUCOS, E SIM, DE TODOS!”

Texto: Wanessa Marçal

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.