SE ACASO VOCÊ CHEGASSE – No Teatro XVIII

 

Se acaso você chegasse – É uma versão teatral baiana sobre a vida da cantora Elza Soares.

O espetáculo tem como foco, as canções de Elza Soares, e traz um diferencial em relação a outras representações da vida da cantora.

Durante o desenrolar do espetáculo, várias atrizes representam Elza, que assim como muitas mulheres brasileiras, sofreu, apanhou e enfrentou discriminação. A diferença entre essas mulheres e Elza Soares, é que ela se tornou uma cantora com fama mundial, enquanto as outras brasileiras continuam no anonimato.

O espetáculo escrito por  Elísio Lopes Jr. e realizado pelo “Grupo Arte Sintonia de Teatro” – é uma ótima pedida para aqueles que querem conhecer um pouco das canções e do universo particular da mulher Elza Soares. O grupo de teatro é liderado pela atriz e cantora – Denise Correia, que também está com um show musical no bar Sankofa no Pelourinho.

Se Acaso Você Chegasse
Se Acaso Você Chegasse

A peça – Se Acaso Você chegasse, traz alguns dos maiores sucessos de Elza, mas não inclui a música que dá nome ao espetáculo : “Se Acaso Você Chegasse”

Outras músicas que fazem parte da peça são – Como Lutei de Wilson Moreira , Nei Lopez, Vida de Bailarina de Américo Seixas/ Chocolate e Dura na queda de Chico Buarque.

O encerramento da apresentação ocorre com o grande sucesso atual da cantora Elza Soares, intitulado – A Carne, composição de Seu Jorge, Marcelo Yuca e Wilson Capellette; música que consegue revelar o racismo de uma forma global e inteligente, especialmente quando diz em seu refrão que “a carne mais barata do mercado é a carne negra”. Na apresentação, esta música é sempre interpretada por um(a) cantor(a) convidado(a) – profissional do cenário baiano.

A vida particular de Elza é compartilhada pelas muitas Elzas que formam o espetáculo. Hora você poderá rir hora você poderá angustiar-se, pois, retratos de artistas negros brasileiros sempre se confundem com o retrato do racismo no Brasil.

Panfleto_DeniseCorreia
Panfleto Denise Correia

Em nossa sociedade há o mito da falsa democracia racial, assim como uma gritante exclusão social.

O espetáculo está em cartaz num dos mais aconchegantes e democrático espaço cultural de Salvador – o Teatro XIII, casa que sempre acolhe artistas que não encontram patrocínio, nem conseguiu ainda o tal do edital.

Vale a pena conferir!

O que: Espetáculo – Se Acaso Você Chegasse
Quando: Entra em cartaz no dia 22 de julho e segue até 14 de agosto – Sextas e Sábados, às 20h/Domingos às 19h
Local: Teatro XVIII

Lad. São Miguel, 18 – Pelourinho
Salvador – BA, 40026-030, Brasil
(0xx)71 3243-7353

Valor: R$ 5 (preço único)
Informações: (71) 3322-0018

www.theatroxviii.com.br/

No mês de julho, a programação abre com Carla Visi (sexta, 22), em seguida com Sátyra Carvalho(sábado,23),Ana Paula Albuquerque (domingo, 24), Nadjane Souza (vocalista do Olodum), no dia 29 (sexta), Pedro Moarais (sábado) dia 29 e Nara Costa no domingo, 31.


FICHA TÉCNICA

Texto: Elísio Lopes Jr.

Direção Geral: Antônio Marques

Assistente de Direção: Anderson dy Souza

Elenco: Agamenon de Abreu, Anderson Grilo, Clara Paixão, Denise Correia, Guilherme Ojis, Lucy Ramos, Juliete Nascimento, Leonardo Freitas e Lívia França.

Arranjos e Direção Musical: Paulo Mutti

Preparação Vocal: Ana Paula Albuquerque

Direção Coreográfica: Cristiane Florentino

Figurinos: Agamenon de Abreu

Cenário: Hamilton Lima

Iluminação: Rivaldo Rio

Realização: Arte Sintonia Companhia de Teatro

 

View Larger Map

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.