Dia internacional da cerveja – o que comemorar?

Na última sexta-feira (5), foi comemorado o dia internacional da cerveja. Isso mesmo, “comemorado”… Porém, por causa dos efeitos (maléficos) que essa bebida trás, ao invés de falar sobre esse dia é melhor alertar você, leitor, para o mal que vem dessa bebida, que altera o estado mental de quem a utiliza, leva o usuário a atitudes insensatas, muitas vezes violentas e vergonhosas. E o mais triste, causa problemas no círculo de amizades, na família e na sociedade.

Abaixo, seguem algumas informações sobre o alcoolismo – vício provocado pelo uso exagerado da cerveja. Em caso de doença um simples copo já transforma o usuário.

Algumas estatísticas sobre o álcool

O alcoolismo acomete de 10% a 12% da população mundial e 11,2% dos brasileiros que vivem nas 107 maiores cidades do país
A incidência de alcoolismo é maior entre os homens do que entre as mulheres
A incidência do alcoolismo é maior entre os mais jovens, especialmente na faixa etária dos 18 aos 29 anos, reduzindo com a idade
A álcool é responsável por cerca de 60% dos acidentes de trânsito e aparece em 70% dos laudos cadavéricos das mortes violentas
De acordo com a última pesquisa realizada pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) entre estudantes do 1º e 2º graus de dez capitais brasileiras, as bebidas alcoólicas são consumidas por mais de 65% dos entrevistados, estando bem à frente do tabaco. Dentre esses, 50% iniciaram o uso entre os 10 e 12 anos de idade. Então por isso proibirão venda de alcool a menores de 16 anos.

Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria – Abuso e Dependência do Álcool

Agora, depois de ver esses dados e as consequências causadas pelo uso do álcool você acha que há o que comemorar?

Nuve(n)Digital***

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.