Descubra o que faz bem para você – Parte II

Com certeza esse post sempre vai ter continuidade, até porque, com os avanços das pesquisas envolvendo alimentos e derivados é sempre bom estar por dentro do que faz bem ou mal para nossa saúde, assim, saberemos qual o alimento evitar e qual usar a vontade, ou pelo menos com moderação.

 

Segue mais dicas para você e de sua família – SAÚDE

– Agrade seus filhos: prepare para eles um hambúrguer saudável e balanceado, sem queijo nem maionese, mas com bastante tomate, salada verde e mostarda;

– Desconfie dos chocolates com menta no final das refeições; eles podem provocar azia;

– As balas, além de não conterem nenhum tipo de vitamina ou mineral, possuem muitas calorias… e ainda favorecem o aparecimento das cáries;

– Se você é apaixonado por chocolate, não precisa privar-se dele. No entanto, prefira o chocolate amargo ao chocolate ao leite, pois ele é menos calórico e igualmente bom para levantar o astral;

– O açafrão não apenas realça o sabor dos seus pratos como também facilita a absorção do cálcio… Um bom aliado na luta contra a osteoporose;

– Para começar o dia bem, tome um bom café da manhã: bebida quente, pão, frutas, e laticínios… esses alimentos também ajudarão você a manter a forma;

Limão: Antes da refeição, tome uma gota de limão. Chupar algo azedo aumenta a salivação, que por sua vez estimula o apetite;

  • Simples e eficaz

– Tempere seus pratos com alho: ele melhora a circulação sanguínea;

– Se você tem anemia, alimente-se de carne vermelha ou peixe: o ferro de origem animal e bem mais assimilado pelo organismo que o de origem vegetal;

– Considere comer uma porção de salada verde no início das refeições: pouco calórica, ela constitui uma boa fonte de fibra!

  • Sua alimentação varia em função de sua atividade e de sua idade. Leve isso em consideração sempre! – Dicas para todos:

– Bebês: mesmo que as papinhas lhe parecem insossas, não ponha mais sal nelas, um excesso de sal poder ser prejudicial para saúde deles no futuro;

– Crianças de 6 a 9 anos: incentive-os a comer de tudo… e a ingerir alimentos derivados do leite, em todas as suas formas;

– Esportistas: alimente-se de carboidratos (massas, por exemplo) que liberam energia progressivamente durante os exercícios;

– Mulheres grávidas: para evitar o risco de toxoplasmose, lave cuidadosamente às verduras cruas e não coma carne de porco mal passada nem produtos derivados do leite não fervido;

– Meia-idade: não se esqueça de beber bastante água… Com a idade, a sensação de sede diminui, mas a necessidade de hidratação não!

  Hábitos simples que mudam toda uma vida.

Nuve(n)Digital***

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.