Racismo no comercial da Caixa Econômica Federal?

Quais das sentenças abaixo está incorreta?


  • a)    Anita Catarina Malfatti foi uma pintora, desenhista, negra e professora.
  • b)    Anita Catarina Malfatti foi uma pintora, desenhista, negra e professora.
  • c)    Anita Catarina Malfatti foi uma dançarina, desenhista, negra e professora.

Se você respondeu a letra C, errou. Talvez você não lembre, mas a artista Anita Malfatti não era negra, então todas as alternativas acima estão erradas. Durante essa semana a Caixa Econômica Federal[bb]veiculou um comercial comemorativo dos 150 anos da instituição, onde o escritor carioca Machado de Assis é interpretado por um ator branco e de sotaque levemente paulista. O comercial causo polêmica, ao mudar as caracteristicas raciais do autor, e acabou sendo questionado como racista, fazendo com que a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) solicitasse a retirada e correção do vídeo[bb].

O racismo de contestação ainda não suporta um preto bem-sucedidoReinaldo Azevedo, colunista Veja

O que queremos é indagar se uma instituição com 150 anos como a Caixa, cometeu um equívoco ao embranquecer o escritor, fundador e imortal da Academia Brasileira de Letras, e se a mesma cometeu essa ação por ingenuidade ou se havia a intenção, ou ainda, por falta de conhecimento? Mas, Independente da resposta à pergunta acima, tanto um banco racista como um banco desatento é algo bastante incomodo. Diante da situação, o banco se retratou em nota e informou que irá reparar o mal feito.

Machado de Assis
Machado de Assis
Machade de Assis, Comercial da Caixa
Machade de Assis, Comercial da Caixa

O colunista da revista  Veja, Reinaldo Azevedo, em seu blog define a situação por dizer que “O racismo de contestação ainda não suporta um preto bem-sucedido”. O comercial que retrata a relação do escritor com o banco leva o nome de “O Bruxo do Cosme Velho” e compõe uma série de sete registros históricos da Caixa, mas em nenhum dos vídeos o negro é representado como símbolo de poder, em questão, poder econômico, inclusive dois dos vídeos retratam o negro como escravo ou trabalhador de base, o que abre uma brecha para acreditar que a ação do banco foi uma ação fruto de um pensamento enraizado de que um negro tem sua posição e função bem definidas na sociedade brasileira,  uma sociedade que ainda não pode representá-lo como um elemento de referência e sucesso.

Não é a primeira vez que grandes símbolos da história são “embranquecidos”, como é o famoso caso de Cleópatra que comprovadamente não era branca “nórdica”, não só pelos registros que temos da população do Egito enquanto ela viveu, mas também por documentos comprobatórios.

Mas, um outro exemplo bem brasileiro de embranquecimento envolveu a artista contemporânea de machado, Chiquinha Gonzaga, que  teve sua misticidade apagada quando retratada em minissérie homonima da Rede Globo[bb] (1999) através de duas atrizes brancas, Regina Duarte e sua filha Gabriela Duarte.

Ciquinha Gonzaga
Chiquinha Gonzaga
chiquinha gonzaga Globo
Chiquinha Gonzaga - Globo

Outro exemplo que vem sendo questionado é a própria representação de Jesus, figura central para três das mais importante religiões do mundo Islamismo, cristianismo e Judaísmo. Pesquisa na BBC[bb] identificou que  a aparência de Jesus seria bem mais negra do que a forma como ele é commumente representado, o que não representa nenhum espanto, já que assim como muitas pessoas não sabiam que Machado de Assim era negro, quase ninguém sabe que Belém onde nasceu o menino Jesus fica a apenas alguns quilómetros do norte da África em Israel, antiga Judéia.

Enquanto isso a dúvida prossegue: A ação da Caixa Econômica Federal ao “embranquecer o escritor Machado de Assis foi um equívoco, uma ação ingênua ou premeditada? Deixe um comentário com a sua opinião…

Clique aqui para saber mais sobre a vida de Machado de Assis


 Texto: Mia Lopes* – Colaboradora do Nuve(n)Digital

2 Comentários para: “Racismo no comercial da Caixa Econômica Federal?

  1. Pingback: CAIXA ECONÔMICA VOLTA ATRÁS, E AGORA, COM UM MACHADO DE ASSIS NEGRO | Nuvendigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.