Semiótica para todos

Por que necessitamos dominar a tão polêmica Semiótica?

Se o grande filósofo, cientista e matemático Charles Peirce, dedicou 30 anos de sua vida a conhecer e estudar a Semiótica, e mais, foi capaz de escrever cerca de 80 mil manuscritos (sendo que 12 mil páginas foram publicadas) durante a sua vida abordando estudo da Semiótica, alguma coisa de muito importante ele quis nos passar não é mesmo?

Hoje a Semiótica está presente e é cobrada em todas as faculdades, cursos e concursos. Então, está aí, um dos principais motivos para entendermos e dominarmos essa “palavrinha”, que a maioria daqueles que a estudam não aguenta nem ouvir, e o que impreciona é que tem muita gente que desconhe ela.

O Nuve(n)Digital explica agora essa “ciência”, veja:

Afinal, o que é Semiótica?

  • A Semiótica é a ciência que estuda todos os meios que o homem usa para se comunicar, sendo eles verbais ou não. Ela chega até analisar aspectos da comunicação entre animais, como a biosemiótica ou zoosemiótica e outros processos em que se percebe a existência e criação de signos, mas aqui ficaremos só com os aspectos relacionado a experiência humana.
  • Ela é a ciência dos signos ou até mesmo a ciência geral de todas as linguagens. Estuda todos os meios pelos quais, nós seres humanos, nos comunicamos; seja pela língua que falamos, imagens, gestos, som musical, gráficos, olhar, cheiro, tato, e de uma infinidade de coisas. Segundo o estudioso Décio Pignatari, a importância desta área de estudo está no fato de que ela nos ajuda a compreender o mundo em que vivemos, através das formas de comunicação a que temos acesso.

Signo? (Não confunda com os signos do Zodíacos, por favor! Qual sua importância e relação com a Semiótica?

  • O Signo é a essência da linguagem, e por tanto, da própria Semiótica, pois é tudo que nos faz lembrar de algo e perceptível aos nossos sentidos. É uma representação, algo que representa alguma coisa a alguém. O signo representa o objeto sem ele precisar estar presente. Em outras palavras (sem querer ser redundante) signo é uma coisa que remete a outra, e pode ter um significado diferente para cada um.

Vejam esse exemplo para ajudar na compreensão: Para uma pessoa, um porco pode ser uma pessoa sem higiene; um animal; ou até mesmo um símbolo de torcida.

As relações Semióticas são tríades, isto é, fazem referências a um conjunto de três aspectos da comunicação, que são:

    • O representante (parte percepitível do signo) +
    • O objeto que o signo representa (a coisa propriamente dia, aquilo que vai ser representado ou substituído)+
    • Interpretante (receptor do signo, aquilo que é criado na mente de quem observa o signo, é o significado daquilo que vemos).

Como exemplo temos a palavra CÃO, em que a junção das Letras e sinais c.˜.a.o são o representante, o animal quadrupede, Canis lupus familiaris, o objeto e  o significado é a imagem que cada um de nos temos em nossa mente quando lemos a palavra cão.

Outros Três termos que também designam os fenômenos semióticos em geral são:

  • Sentido: Direção (tendência); diferente de referência (uma das direções do sentido). Designa um efeito de direção e de tensão mais ou menos conhecível, produzido por um objeto, uma prática ou uma situação qualquer.
  • Significação: O produto organizado pela análise; Revela a interdependência, por segmentação ou por comutação, das expressões para a produção do sentido; só se pode apreender a significação por meio das relações que a unidade isolada mantém com as outras unidades; Significação abrange o termo significância. Diferente do sentido, a significação é sempre articulada, o que vai possibilitar a contextualização do discurso e seus aspectos de atualidade, veracidade e universalidade. Um texto claro e coerente faz parte da significação.
  • Significância: Está interligado ao termo Significação. Funciona assim; primeira opção, significado; segunda opção significância.

 A Semiótica pode ser facilmente comprendida quando verificamos a realidade em nossa volta, é aí que notamos que ela está em todos os lugares. 

Nuve(N)Digital 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.