ACIDENTE DE TRABALHO – COMO PROCEDER?

LER - Lesão por esforço repetitivo

L.E.R (Lesão por esforço repetitivo), também conhecida por D.O.R.T (distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho), tendinite (inflamação do tendão por excesso de repetições de um mesmo movimento), tenossinovite(do atrito do tendão que liga o músculo ao osso). Estas doenças de nomes diferentes e estranhos são algumas das enfermidades causadas pelos temidos acidentes de trabalho.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), cerca de cinco mil pessoas morrem todo dia no mundo, por conta de problemas relacionados ao trabalho, um número assustador. No Brasil, segundo dados do Ministério da Previdência Social, cerca de quinhentas mil se acidentaram e 2.708 morreram, em 2005.


Os trabalhadores[bb] que mais sofrem com estes problemas são aqueles envolvidos em atividades com níveis elevados de ruído, causadores da perda auditiva, como metalúrgicos; os que desenvolvem movimentos repetitivos, que causam a chamada LER, uma das mais frequentes; bem como os que atuam junto a produtos químicos, podendo criar a pneumoconiose – doença pulmonar adquirida através da inalação de poeira.

Outros tipos de problemas têm surgido em decorrência da adoção de novas tecnologias e métodos gerenciais, que facilitam a intensificação do trabalho; entre eles estão o estresse e a fadiga física e mental, geralmente difíceis de detectar, uma vez que podem estar ligados a diversos fatores, além de outras manifestações[bb], que necessitam de pesquisas e conhecimento, para que sejam criadas políticas preventivas neste sentido.

Diversos são os motivos pelos quais estas políticas podem se tornar difíceis de serem estabelecidas. Um deles é o advento das inovações tecnológicas, que têm facilitado muitos dos estudos de cunho preventivo e sensibilizador, assim como tem criado novos riscos ocupacionais. A indústria nuclear, por exemplo, apesar de permitir a criação de novas ferramentas, traz novos problemas de saúde pública ligados à exposição de partículas radioativas, que muitas vezes não são prevenidos efetivamente no ambiente de trabalho.

Trabalhador Acidente

São três os tipos de problemas relacionados ao trabalhador:

    • O acidente típico, que acontece na própria instituição ou em algum lugar que se esteja prestando serviço ou benefício ao empregador[bb];
    •  O acidente de trajeto, que acontece no percurso da casa para o trabalho ou vice-versa;
    • Por último, mas não menos agravante, estão as doenças ocupacionais, que são causadas pelo tipo de trabalho ou condições do ambiente de trabalho.

No caso de acidentes, alguns procedimentos devem ser realizados – são eles:

  • Comunicar imediatamente o ocorrido ao chefe ou seu representante;
  • Procurar o atendimento médico e informar de que se trata de um acidente de trabalho;
  • E em caso de colisão ou queda de veículos automotores, realizar a abertura do boletim de ocorrência.

 Através do conhecimento e da informação você exerce seus direitos.

    • Cris Manaia (Colaborador do Nuve(n)Digital e Criador do blog crismanaiatextos)
    • Edição e Adaptação de texto – Wanessa Marçal e Fábio Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.