COPA DO MUNDO DE 2014. O BRASIL VAI CONSEGUIR CUMPRIR TODAS AS EXIGÊNCIAS?


Poucas pessoas sabem, mas a escolha[bb] de um país para sediar uma copa do mundo de futebol além de não ser definitiva até alguns meses antes do evento, está envolta em normas e regras que norteiam e buscam garantir a realização de um evento com sucesso. No caso do  Brasil não foi diferente, após a copa na Alemanha, foi implantado um sistema de rotatividade,com o objetivo de que a copa fosse sediada em todos os continentes, uma forma de evitar a centralização, ou seja, todos vão ter sua “oportunidade”.

A África foi à primeira contemplada com esse sistema, na América[bb] do Sul somente o Brasil e a Colômbia se mostraram em condições[bb] favoráveis para sediar a Copa. Em 2007, os colombiano declararam não estarem aptos para cumprir todas as exigências da Fifa. Restou o Brasil como único candidato.

E agora? Falta menos de três anos e a contagem regressiva não para. Até lá o Brasil terá que preparar os estádios, com cobertura para as arquibancadas, segurança e conforto para o torcedor, todos os assentos devem ser numerados com encosto de no mínimo 30 centímetros de altura. Além de um sistema de saúde próximo do estádio[bb], acessibilidade, construção sustentável, estacionamento para mais de 10 mil veículos, espaço para milhares de jornalistas e convidados VIP, um sistema adequado de banheiro em número suficiente, corredores de entrada e saída largos.

Em 2009 os 12 Estados que sediaram os jogos foram escolhidos, são eles: Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro[bb], Salvador[bb], São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus e Natal. Atualmente nenhum deles cumpre os requisitos básicos citados acima, incluindo conforto.

Além dos estádios, será necessário aprontar as cidades sedes para a logística que envolve o evento esportivo. Como por exemplo, a hospedagem das 32 equipes[bb] e suas comitivas durante um mês e preparar a estrutura para 64 partidas. A estimativa é que em um mês 500 mil turistas visitem o país, ou seja, 10% do total que o país recebe em um ano inteiro, para isso será necessário mão de obra qualificada, organização[bb] urbana, limpeza, segurança, um investimento de aproximadamente $5 milhões de dólares[bb].

Na Copa de 86 a Colômbia perdeu a possibilidade de sediar o evento esportivo, por conta de problemas econômicos e indiretamente, devido a situação de extrema violência que dominavam as principais cidades colombianas. Com relação a isso o governo do Rio de Janeiro tomou algumas medidas como a ação no Complexo[bb] do Alemão, a fim de evitar a violência.

Em julho de 2012 vai acontecer um reunião da Fifa[bb] para fazer a ultima análise dos preparativos do Brasil, caso as demandas não estejam bem encaminhadas a entidade poderá rejeitar a candidatura Brasileira imediatamente.

Agora é ficar na expectativa e torcer para que o Brasil cumpra todas as exigências, básicas, para receber a copa do mundo de 2014, e aí sim, vamos ter muito o que comemorar.

Brasil
Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto – Mia Lopes* (Colaboradora do Nuve(n)Digital)
Edição e Adaptação de texto – Wanessa Marçal e Fábio Batista 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.