COMPRAS COLETIVAS: RACHANDO A CONTA NA INTERNET!

A bola da vez se chama Compras Coletivas.

O novo nicho de mercado foi trazido ao Brasil pelo precursor, o site Peixe Urbano, mas após a sua instalação muitos outros sites surgiram e criaram seu perfil e identidade nestas linhas de investimento.

Esse sistema é um sucesso entre empreendedores de diversos segmentos mercadológicos, além de agradar consumidores quando o assunto é preço baixo. A fim de medir a quantidade de sites de compras coletivas existentes no Brasil, o site Bolsa de Ofertas, identificou aqui no nosso país a existência de 1025 sites de compras coletivas. Um avanço em mais de 15O%, já quem em dezembro de 2010, esse número ainda se encontrava em 405 sites de compras coletivas.


E porque esse sistema agradou a tantos públicos diferentes? A resposta é bem simples, as empresas ganham em divulgação, projeção da empresa, ampliação do público alvo, além do ganho financeiro a longo prazo. Já o consumidor, também não está de fora dos benefícios, muito além de comprar um produto mais barato, ele tem acesso aos meios de produção, como tablet, smartphone, filmadoras, além de serviços antes inacessíveis em detrimento ao preço, como carbox terapia, cursos de idiomas e viagens internacionais.

Mas não só de flores vivem os sites de compras coletivas, as reclamações são inúmeras, principalmente no que tange a compra de um serviço no qual não há possibilidade de verificar a qualidade. A maioria das reclamações está relacionada à qualidade do serviço. A jornalista Ana de Souza comprou um pacote com 10 sessões de massagens lipomodeladora, 10 de drenagem linfática e 10 sessões de Pilim facial, ao chegar à clínica foi indagada se tinha comprado o serviço por meio do site de compras coletivas, ao afirma, a jornalista foi submetida a uma única sessão que contemplava três tratamentos de um só vez, ou seja, o que seria 30 sessões virou 10 sessões.

Em abril deste ano, um caso tomou a atenção da mídia baiana e as redes sociais. Ana Paula Garcia comprou um cupom referente a uma hidratação no Salão Conceito 8, no dia de realizar o tratamento capilar a cliente pediu para conferir o produto e foi constrangida com gritos. Quando o fator é a virtualidade, não é possível averiguar de forma palpável a legitimidade ou qualidade do tratamento, já que as ofertas têm prazo de validade.

Apesar desses aspectos, a utilização do site de compras coletivas para a divulgação da empresa e aumento das finanças é um ótimo negócio. O site www.midiaboom.com.br listou pontos importantes para empreendedores que tem produtos e serviços e deseja anunciar em algum site de compras coletivas, confira:

  • Busque mais informações sobre o site. Se ele tem CNPJ e se está habilitado para exerce esse tipo de negócio.
  • Quais os casos de sucesso do site dentro do segmento de sua empresa, qual a mensuração de resultados?
  • Como o site atinge seus consumidores? Que tipo de propaganda é feita para chegar até o consumidor final?
  • Análise bem o valor de oferta que será veiculado no site.
  • Preencha corretamente a informação que vão ser passadas ao usuário final e que também vai constar no site.
  • Tenha certeza de que o seu serviço ou produto vai atender a demanda de consumidores vinda através da promoção.

São dicas básicas, mas de grande valia, e se seguidas corretamente evitam grande dor de cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.