ENEM – Parte II

Ta chegando… É neste final de semana (22 e 23 de outubro) as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Diversos estudantes estão ansiosos para este momento, que pode garantir a tão sonhada vaga em uma universidade. Por isso, o Nuve(N) mais uma vez dá dicas para você sair na frente. Em posts anteriores abordamos o tema “Redação” e hoje vamos falar sobre as dúvidas que mais preocupam os candidatos, como, será que ainda vale a pena estudar? Como manter o bem estar físico e psicológico antes de fazer o exame? Quais as estratégias de leitura dos enunciados e quais os possíveis temas que podem cair na prova deste ano?

Confira outras dicas, com a orientadora pedagógica Márcia Portinho, para a prova do ENEM

Manter- se atualizado:

É importante acompanhar o noticiário, já que o ENEM possui questões contextualizadas, com enunciados que tratam de temas com repercussão no dia-a-dia. Por isso, é importante conhecer os acontecimentos do Brasil e do mundo.

Você sabe onde vai fazer as provas?

Se você ainda não recebeu o cartão de confirmação de inscrição com o local da prova ligue para o Programa Fala Brasil (0800-616161) ou acesse a página do INEP na internet (www.inep.gov.br). “Uma boa dica é visitar o local antes do dia da prova para se familiarizar com o trajeto e simular o tempo gasto no deslocamento de casa até o endereço de aplicação do teste. Se você vai de ônibus, é importante informar-se sobre horários da condução no final de semana”.

Boa alimentação e descanso:

– Descanse e relaxe no restante do dia;

– Fique atento à alimentação, evite consumir doces e alimentos gordurosos em excesso e dê preferência a refeições leves;

– Consuma carboidratos ao longo da semana: cerca de 60% das calorias ingeridas devem ser de fontes de carboidrato (arroz, batata, milho verde e cereais);

– Mantenha a rotina alimentar com a qual você já está acostumado. Evite mudanças radicais no cardápio e inclua, gradativamente, frutas em pelo menos três refeições por dia;

– Hidrate-se com água. Isotônicos são mais recomendados para atividades físicas;

Boas noites de sono nas vésperas de provas

Nas vésperas de prova, nada de sair à noite ou ficar acordado até tarde. Também não é recomendável abusar de cafés, refrigerantes e energéticos. Virar a noite estudando? Nem pensar! Para se sair bem na prova, a dica é estar com o sono em dia. “Nas noites anteriores às provas, é recomendável tomar algum chá ou suco de maracujá. Assim, é mais fácil ter um sono mais tranquilo.”

Em forma

– Prepare o corpo com atividades físicas leves e relaxamento. Sugestão: hidroginástica, ioga, massagem e caminhada;

– Alonge-se. Dê prioridade para exercícios voltados para o fortalecimento dos músculos da coluna, braços e abdome;

Prepare a mochila

– No dia da prova, leve apenas caneta esferográfica de tinta preta. Canetas com tinta de outras cores não serão aceitas. Lápis, borracha e lapiseira também não podem ser usados para responder às questões na folha de resposta;

– É obrigatória a apresentação do cartão de confirmação da inscrição. Quem não recebeu o documento pelos Correios deve imprimi-lo no site www.enem.inep.gov.br;

>> Para fazer a prova do Enem é necessário apresentar um documento de identificação original com foto. São aceitos: cédula de identidade ou RG, emitida por secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar ou Polícia Federal; identidade expedida pelo Ministério das Relações Exteriores para estrangeiros; identificação fornecida por ordens ou conselhos de classe que por lei tenham validade como documento de identificação; carteira de trabalho e Previdência Social; certificado de reservista; passaporte; carteira nacional de habilitação com foto.

Fique de olho no relógio:

No sábado, as provas de Ciências da Natureza e Ciências Humanas serão das 13h às 17h30. No domingo, as provas de Linguagens, Redação e Matemática serão das 13h às 18h30.

No dia da prova:

As provas do Enem são conhecidas por serem muito trabalhosas e terem uma grande quantidade de questões. Por isso, é possível que o candidato sinta o cansaço na hora de realizar o exame. Para evitar o cansaço, as seguintes dicas:

Comer chocolate

A alimentação na hora do exame é um quesito importante. As provas do Enem têm, ao todo, 10 horas de duração. Para resolvê-las, é preciso resistência. A dica para “recarregar as baterias” é o bom e velho chocolate. “Além de gostoso, o chocolate fornece a energia necessária para as células do cérebro funcionarem adequadamente”

Descansar durante a prova

A grande quantidade de questões do Enem faz com que alguns estudantes tenham pressa na resolução. Se é preciso certa rapidez para responder, é importante, também, descansar em alguns momentos durante a prova. “Parar de vez em quando durante um minuto para fechar os olhos, respirar fundo e movimentar os ombros e o pescoço é importante. Essas medidas melhoram a oxigenação cerebral e ajudam a evitar contraturas musculares”.

Postura psicológica positiva

Além de poupar o corpo, é preciso cuidar da mente. Na hora da prova, o cansaço e a grande quantidade de questões a serem resolvidas podem desanimar o candidato. É preciso adotar um pensamento otimista. “O candidato deve pensar que se o exame está sendo difícil e cansativo para ele, está igual para todos. É necessária confiança no trabalho realizado durante o ano. É hora de colher o que foi plantado”.

Dicas para a revisão

  • A interpretação de gráficos é exigida independentemente do conteúdo da prova;
  • A relação espaço temporal é considerada uma das maiores falhas do aluno no Ensino Médio. O Enem pode pedir a localização do estudante em um mapa para cobrar uma resposta. Uma boa revisão na rosa dos ventos é importante;
  • O conhecimento de ordem de grandeza e medida também costuma ser cobrado;
  • A preocupação com o ambiente é constante no exame. Em ciências da natureza, temas ligados ao evolucionismo (bicentenário da Charles Darwin), também merecem a atenção dos estudantes;
  • Na revisão, não podem faltar questões ligadas à identidade nacional, aos movimentos sociais e à ocupação do espaço brasileiro;
  • Não estude na véspera da prova. Aproveite para descansar, preencher os dados do questionário socioeconômico que deverá ser entregue no local de prova e separar seus documentos.

Márcia destaca, ainda, temas que podem cair na prova; questões de geografia podem trazer assuntos como tipos de clima, variação de temperatura e de chuva durante o ano, além da discussão sobre o Código Florestal. “É uma situação polêmica, mas o candidato precisa saber que o que está em jogo é a disputa entre produtores rurais e ambientalistas”. Temas de geografia econômica também podem ter destaque, como a ascensão da chamada classe C e a passagem da pobreza para a classe média. “O aluno precisa conhecer as classes sociais e saber que fatores influenciaram estas mudanças”, sugere. Sobre temas internacionais, Márcia aconselha atenção a países em conflito: “Conhecer a localização no mapa dos países do Oriente Médio que estão em conflito também pode ser importante”, completa a especialista. Márcia acredita que o ENEM também deve cobrar a relação de algum fato atual com feitos passados, como a crise econômica de agora e a crise de 1929. “Outros temas que podem estar presentes são a igualdade de direitos entre homossexuais e heterossexuais e a eleição da primeira mulher presidente do Brasil”, aposta a orientadora.

Agora, é se ligar nas dicas e dar boas vindas a universidade!

Fonte: Frente & Verso Comunicação Integrada  

Nuve(n)Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.