MEMÓRIA INCERTA DA RIBEIRA

 Memoria Incerta da Ribeira- divulgação
Memoria Incerta da Ribeira- divulgação

Nada como um bom livro, um sorvete gelado e a vista de um belo pôr do sol nas águas da Bahia de Todos os Santos. Foi assim, o lançamento do  livro Memória Incerta da Ribeira, na tarde desta sexta-feira, dia 30 de novembro, na sorveteria da Ribeira em Salvador, Bahia.

O livro que é a mais nova obra do escritor e acadêmico  Gutemberg Guerra, trata e retrata de acontecimentos e lugares que marcaram sua vida desde seus anos de menino quando se mudou do bairro da  Liberadde, até as mudanças recentes no Bairro da Ribeira em Salvador.

No livro personagens locais como o Benzinho Parasita e Pequeniniho do Estaleiro são imortalizados por meio da escrita e locais como o Ancoradouro a Feira da Ribeira e o Largo da Madragoa ganham uma representação toda especial.

Em uma cerimônia na Sorveteria da Ribeira, que completou 80 anos em 2011, o autor relembrou que a obra faz parte de um trabalho autobiográfico que também inclui dois outros de seus livros: Trem, livro que contém uma poesia sobre o trem da estrada de ferro carajas; e Três Peças de Teatro: Massificação, Neurose Aguda e Pivete, um livro sobre as experiências de um grupo de artes chamado TERRA, durante o período da ditadura militar, dentro da antiga Escola de Agronomia da UFBA, Em Cruz das Almas, BA, hoje parte da UFRB.

O livro Memoria Incerta da Ribeira tem 108 páginas e é distribuído pela Paka-Tatu editora e é belamente ilustrado por Teté Diniz, também contém fotos por  Gutemberg Guerra e foi editorado por Henrique Guerra e revisado por Ana Rute Lima. O livro está disponível para compra no site da Paka Tatu.

Um Comentário para: “MEMÓRIA INCERTA DA RIBEIRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.