GREVE DA PM BA ATINGE COMÉRCIO NO SUBÚRBIO FERROVIÁRIO DE SALVADOR

Subúrbio de Salvador
Subúrbio de Salvador – Tranquilidade aparente durante a greve da PM BA – Foto Ana Lúcia Oliveira.

Com a paralisação da polícia militar na Bahia, todo o comércio da Suburbana foi afetado. De uma hora para outra  trabalhadores e moradores da região perderam a paz de ir trabalhar em busca do pão para o sustento dos seus familiares e encontraram o caos  gerado pela violência urbana descontrolada.

Uma região com enorme importância histórica e cultural, o Subúrbio Ferroviário de Salvador é formado por 22 bairros, com mais de 600 mil habitantes. O comércio no subúrbio é bastante diversificado, e por lá encontramos uma enorme variedade de lojas, e muito comércio informal. Mas, durante a ultima semana, muitas destas lojas tiveram que fechar suas portas devido ao risco de depredação violenta causado por vândalos que se aproveitaram da greve da polícia Militar iniciada no ultimo dia 01 para furtar itens de valor.

“Sai correndo com minha netinha, até esqueci do reumatismo”

 Maura de 60 anos, Periperi

Na última quarta-feira, alguns bairros como Calçada, Periperi e Ribeira foram atingidos pela falta de policiais e sofreram em consequência da greve. Muitos comerciantes tiveram que fechar as portas as pressas para não serem saqueados. A cena nas ruas era de muita gente assustada correndo no meio da rua, muitos desesperados a procura de abrigo. No bairro da Calçada, uma senhora idosa caiu e quase foi pisoteada por pedestres em pânico.

Maura de 60 anos, Periperi, afirma, que na quinta-feira, saiu em busca de um presente para sua neta, já que a família ia comemorar o aniversário dela no dia seguinte, e foi surpreendida por um arrastão no bairro de Periperi. “Peguei o ônibus na direção contrária, no desespero, só percebi que o ônibus não ia para o local onde eu morava quando já tinham passado dois pontos. Desci novamente e peguei outro ônibus rumo ao Luso em Plataforma, novamente me deparei com o arrastão, sair correndo com minha netinha, até esqueci do reumatismo”, afirma.

Além de Periperi, Plataforma também presenciou o tumulto, lá até a Rede de Supermercados Bom Preço teve que baixar suas portas, tanto na quarta quanto no dia seguinte. Na quinta-feira, mesmo com o anúncio da chegada dos reforços externos o dia ainda foi tenso, e os comerciantes que abriram as lojas contavam com segurança particular. Já nas proximidades do parque São Bartolomeu várias lojas foram saqueadas na sexta-feira dia 03.

Só no Sábado dia 04 a situação ficou menos tensa devido a publicidade dada  a chegada das forças federais que já somam 3.000 pessoas. Neste domingo,  algumas lojas abriram em Periperi e Itacaranha pela manhã, e alguns banhistas foram as praias da região, em especial,  a praia de são Tomé de Paripe.

Mais ainda há muita expectativa em relação a segunda-feira. Já que a greve não acabou ainda.


Sou Ana Lucia Oliveira, Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo.Formada pelo O Centro Universitário Estácio FIB. Atualmente trabalho com repórter no Jornal Online TV Subúrbio

Sobre: Ana Lucia Oliveira

Sou Ana Lucia Oliveira, Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo.Formada pelo O Centro Universitário Estácio FIB. Atualmente trabalho com repórter no Jornal Online TV Subúrbio

2 Comentários para: “GREVE DA PM BA ATINGE COMÉRCIO NO SUBÚRBIO FERROVIÁRIO DE SALVADOR

  1. Pingback: MORADORES DO SUBÚRBIO, ESPERAM ANSIOSOS FINAL DA GREVE DOS PM BA | Nuvendigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>