OS CUIDADOS COM A UTILIZAÇÃO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA

Apesar de parecer estranho, o ambiente onde vivemos esconde um acervo de produtos tão perigosos que podem até gerar doenças graves. Sabão em pó, amoníaco, detergente, água sanitária e outros produtos de limpeza podem representar riscos gigantescos à saúde das famílias.

Uma pesquisa espanhola, publicada no American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, mostrou que usar produtos de limpeza em casa uma vez por semana pode ser suficiente para aumentar as chances de uma pessoa ter asma. O estudo diz que a exposição a produtos de limpeza poderia ser a causa de até 15% dos casos de asma.

O uso dos produtos, apesar de necessário, requer alguns cuidados essenciais, relacionados a segurança. O risco de desenvolver doenças aumentam de acordo com a frequência da limpeza e com a mistura de diversos produtos

A reação química proveniente da junção das substâncias se manifesta devido ao aparecimento de uma fumaça asfixiante, que em pouco tempo afeta olhos e nariz, podendo levar a perda da audição e visão. Por isso é fundamental que os ambientes onde se encontram os materiais de limpeza sejam arejados, no intuito de fazer com que os vapores tóxicos escapem.

Algumas substâncias contidas nos produtos são tão prejudiciais que podem causar tanto simples irritações nos olhos e na pele, quanto afetar a respiração e provocar desmaios e convulsões fatais. A cola de sapateiro, por exemplo, possui uma substância chamada toluol, que afeta o sistema nervoso, causa espirros, náuseas e alucinações.

Para proteger sua família e evitar acidentes, é importante que seja reservado um lugar exclusivo para produtos perigosos, como água sanitária e álcool, de preferência com tranca para evitar o uso por parte de crianças. Outra dica é utilizar equipamentos de segurança para manusear produtos tóxicos. Aventais, luvas de borracha e óculos são alguns dos apetrechos usados para evitar acidentes.

Leia atentamente o rótulo de cada produto, informando-se sobre a melhor forma de utilização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.