BRASIL PRECISA DE MAIS ESTRUTURA PARA LIDAR COM VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

 Autor: Antonio Cruz/Abr Fonte Wikipédia  Descrição: Maria da penha. Mulher que dá nome a leiDe acordo com dados apontados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo(CPMI), mostram que de setembro a dezembro de 2011 foram registradas, em todo o estado, 16.981 ocorrências de lesão corporal contra mulheres. A violência psicológica, física e emocional na maioria dos casos é causada por membros da família ou conhecidos.

Muitas mulheres ficam a sujeita a esse tipo de agressão por conta dos filhos ou questões financeiras como a dificuldade em conseguir emprego devido a falta de estudo o experiência profissional para se tornar independente.

Além disso o Brasil não possui estrutura para atender essas vítimas. De acordo com o IBGE apenas 2,7% dos municípios brasileiros possuem casas institucionais de acolhimento para mulheres.

Segundo informação fornecida pela Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180), ligada à Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República os Estados como maior índice de violência contra a mulher está no Distrito Federal, no segundo lugar está o Pará e o terceiro a Bahia

Para coibir esse formato de violência foi criada a Lei Maria da Penha decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006. As várias mudanças promovidas pela lei visavam o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar.

Entretanto é preciso lembrar que para que haja denúncias é preciso que essas mulheres possuam um lugar para se abrigar de seus agressores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.