3 Lições de Marketing e Inovação da Galinha Pintadinha

Iagem da Galinha Pintadinha ProfessoraPegue algumas galinhas, adicione músicas encontradas no domínio público faça alguns vídeos e venda milhares de cópias! Está é a receita por traz do sucesso da tal Galinha Pintadinha. Pode parecer até piada, para os mais ingênuos, mas em verdade, a trilogia 100% brasileira da Galinha Pintadinha arrebatou não só os corações da meninada, mas também de muito adulto espalhado por ai, se formos olhar bem direitinho as estatísticas.

Mas o fato mais interessante da trajetória dos habitantes do puleiro mais espiado do Brasil, é que ela parece ter sido originalmente rejeitada. Ops – Isto mesmo, as galinhas pintadinhas poderiam nunca ter existido?!. Ao menos isto é o que diz o artigo da Wikpédia sobre o assunto. Sim, a tal galinha não tem só uma, mas três páginas na wikpédia! De acordo com a narrativa, tudo parece indicar que na época de sua criação pelos  publicitários Juliano Prado e Marcos Luporini,  a ideia foi rejeitada por empresários, que decidiram abater o projeto. Mas, se podemos aprender algo com as galinhas fictícias da imaginação do brasileiro certamente poderemos aprender três lições:

>>Saiba com comprar os DVDs da Galinha Pintadinha
>>Descubra porquê os dinossauros atraem tanto as crianças
>>Entenda o porquê filhotes de cachorro adoram roubar roupas intimas

Aumento de visitas ao primeiro vídeo da Galinha Pintadinha

Três lições de Marketing e Inovação que podemos aprender com a Galinha Pintadinha

  1. Pense ridículo de vez em quando “Se uma ideia não parece absurda no início, então não há esperança nenhuma para ela” já dizia o Albert Einstein. O primeiro video da saga Das penosas, o que foi rejeitado, já acumulou até a data de hoje mais de 60 milhões de exibições.
  2. Não exclua ninguém – Quando for pensar em inovação e oportunidade não esqueça os geralmente excluídos, eles podem ser o seu nicho. Infelizmente, Crianças, Idosos, deficientes físicos e pessoas com dificuldades são frequentemente esquecidas por empreendedores novatos e muitas vezes por aqueles experientes. Mas, eles também são mercado, e sendo mercado, podem consumir e agregar valor ao seu produto.
  3. Faça as pessoas felizes – A última e terceira lição da galinha pintadinha é que não podemos esquecer é que fazer as pessoas felizes é a forma mais simples de se alcançar o sucesso. Faça as pessoas felizes e elas te retribuirão. Isto pode ser entreter as crianças enquanto os adultos fazem as tarefas domésticas ou relembrar pessoas de músicas de sua infância. A formular milenar continua tão prática e útil quanto sempre.

E você, prezado leito, encontrou alguma lição no caso da galinha pintadinha? Compartilhe conosco, deixando um comentário. Suas opiniões são sempre bem-vindas.

Popularidade do primeiro video da galinha pintadinha com adultos

8 Comentários para: “3 Lições de Marketing e Inovação da Galinha Pintadinha

  1. Gostei muito,ainda nao tinha conhecimento do estudo embasado numa estoria tão antiga.Mas aprendi a enchergar que mesmo imperceptivel,fazemos coisas boas aos outros,mas se tornarmos isso um cotidiano,faresmos e sentiremos a diferença desse resultado. obg. Sucesso!

    • Muito obrigado pelo seu comentário Jacquelane Mota.O exemplo da Galinha Pintadinha é uma otima forma de aprendermos como é possível criar valor de coisas que estão no domínio público. Além disso é uma estória tão simples que cativa as crianças. Temos muitas outras oportunidades como a Galinha Pintadinha espalhadas por ai. Nós do Nuvendigital ficamos muito felizes de contar com sua visita.

    • Obrigado por nos lembrar Marco Aurelio Arantes, Os tais Pôneis Malditos ou Malditos Pôneis, realmente entraram para a história da publicidade brasileira. Eu queria até comparar as Pintadinhas com os Angry Brirds. Podia Chamar de Angry Birds do Brasil! Mas, o legal é saber como um grupo de brasileiros pode gerar valor sem apelar como muitos programas e emissoras de TV. Publicidade pode ser simples.

  2. Fabio,
    Projetos absurdos, como na 1° lição, podem gerar bons frutos…pois se a ideia é algo novo, poderá causar constrangimento ou até mesmo passar por ridículo, mas se somarmos com a integração da lição 2 e a vontade de fazer coisas boas em prol de outros, como na lição 3, certamente o resultado será satisfatório.
    Abraço,
    Digo Cabral
    http://www.i9Blogueiro.com – Inove e Compartilhe!

    • Gostei do absurdo hehe. E o pior é que isto é exatamente o que alguns empresários veem em projetos. Mas, para criarmos algo novo este algo precisa ser absurdo de alguma forma. Se não for, é bem provável que não agregue valor algum a experiência dos visitantes, clientes ou mesmo investidores.

      A história da Galinha Pintadinha é realmente muito interessante. confesso que não conheci o projeto até a um mês atras. Via o nome Galinha pintadinha e não fazia a minima ideia do que significasse. Foi então que um amigo meu quem tem um filho pequeno me disse que não podia conversar comigo no skype, pois a tela estava ocupada com a galinha pintadinha heheh. Fui pesquisar mais sobre o assunto e acabei encontrando a história do projeto com os dois publicitários.

      Acho que existem muitas outras lições na história da Galinha, Só listei três para os nossos visitantes poderem fazer suas contribuições. Pode-se aprender muito com as histórias de sucesso! Obrigado pelo seu comentário Digo Cabral.

    • Fico feliz que tenha gostado. A galinha Pintadinha é de uma simplicidade muito atraente. Interessante como os produtores pegaram as musicas do domínio público para agregar valor ao projeto. Não tenho crianças aqui ou na casa de parentes, só descobrir a historia das tais galinhas por causa de uma migo que tem filho pequeno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.