Dificuldades e mudanças no calendário do futebol brasileiro 2013

O Brasileiro é muito difícil” – diz Diego Forlán,do Internacional de Porto Alegre, sobre o calendário do torneio

O Brasileiro é muito difícil. O problema do campeonato é que, quando você está na seleção, o campeonato não para. E isso nos atrapalhou. O Grêmio tem o Marcelo Moreno, mas os times que estão na parte de cima da tabela não sofreram tanto”, Diego Forlán, melhor jogador da última Copa do Mundo e atualmente jogador do Internacional de Porto Alegre.

É horroroso! O que torna isso mais sacrificante não é só o problema de jogo. Ninguém entende, nem quem faz calendário entende. Mas é inadmissível, e uma grande burrice, você dar um mês de férias e onze ou doze dias de pré-temporada. Quando chega agosto e setembro, o nível cai”, Abel Braga, Campeão Brasileiro de 2012 com o Fluminense.

Queremos apresentar uma proposta de alteração do calendário de maneira conjunta com os clubes para contribuir com a melhoria do futebol brasileiro, para não haver esses conflitos. É algo que diz respeito a todos os dirigentes, temos de lidar com responsabilidade com esses assuntos. A proposta do Santos é fazer uma discussão entre todos os clubes e a CBF para ter alterações. Estamos trabalhando nisso. Não queremos guerra, mas soluções, algo de comum acordo e de forma inteligente para solucionar essa estupidez do calendário do futebol brasileiro”, Odílio Rodrigues, vice-presidente do Santos.

Acima estão algumas opiniões, de quem, assim como eu, defende a mudança no Calendário do futebol brasileiro. Para 2013 foram feitas algumas alterações no Calendário do Futebol Brasileiro, confira aqui, mas estas mudanças são insatisfatória e pouco alteram as dinâmicas dos campeonatos por aqui.

O que acarreta a não mudança do campeonato?

Continuaremos sofrendo com desmanche de times no meio de campeonatos. Apesar do futebol brasileiro estar economicamente mais forte, ainda é impossível competir com os clubes milionários do exterior.

Os campeonatos estaduais continuam inchados e ainda têm algumas rodadas jogadas em fins de semanas, obrigando rodadas do Campeonato Brasileiro a serem alocadas em meios de semanas.

Quando a seleção joga, os clubes jogam.

Uma equipe grande pode fazer mais de 80 jogos na temporada, um absurdo e um número muito maior do que o ideal.

Uma equipe pequena pode fazer menos de 20 jogos na temporada e jogar durante apenas 4 meses.

A pré-temporada, necessário para o atleta ter um bom ano, evitar lesões e etc. Não passará de 20 dias, um pena para um ano tão longo.

Claro que por trás de tudo isso tem o Clima (copiar o calendário europeu, faria com que os clubes jogassem muito mais tempo durante o verão e as altas temperaturas do nordeste por exemplo), os interesses da TV, os clubes se movimentarem para fazer algo. Enquanto isso não acontece, nós torcedores sofremos.

É isso galera! Me sigam no Twitter, me adicionem no Facebook e não esqueçam de visitar meu blog e meus textos no Yahoo!

2 Comentários para: “Dificuldades e mudanças no calendário do futebol brasileiro 2013

  1. Olá amigos da Nuven Digital. Na minha opinião uns saem ganhando outros perdendo. Acho que o calendário deve favorecer as seleções e vice-versa. É complicado entrar em pormenores já que são eles que decidem melhor as coisas. É esperar e torcer para o bem do futebol brasileiro.

  2. Pingback: Começam a aparecer os problemas do calendário do futebol brasileiro |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.