Como faço para me inscrever no FIES 2013?

Descubra quanto você pode pagar pela sua faculdade fazendo a simulação do FIES
O FIES é um programa do Governo que tem como objetivo favorecer o acesso ai nível superior para alunos carentes e bolsistas

Como faço para me inscrever no FIES? Esta é a dúvida de milhares de jovens que sonham com uma formação superior e o diploma de uma faculdade. E isto não é anormal, já que uma das maiores,  senão a  maior alegria de quem chega a idade adulta é ser aprovado no vestibular. Neste artigo vamos ver como fazer a inscrição no programa de crédito educativo FIES e veremos uma pequena simulação.

Acaba a escola e  fica a dúvida, estudar e tentar uma das poucas vagas de uma universidade federal ou estadual, ou fazer uma particular e ficar sem dinheiro? Embora este seja o dilema  de muitos dos estudante  que desejam ter um nível superior no país. Uma nova oportunidade se abre todos os anos além do PROUNI e ela é o FIES.

O FIES ou Fundo de Financiamento Estudantil é um programa de credito educativo do Governo Federal. O FIES auxilia jovens carentes e de baixa renda a custear seus estudos em curso de nível superior, por meio de descontos que podem chegar a 100% do valor total das mensalidades da faculdade escolhida. Assim, os benefícios são muitos, e o principal deles é o  maior prazo de restituição destes valores que FIES é maior do que em programas de financiamento estudantil privados e as taxas de juros que também são bem menores do que as aplicadas pelo mercado financeiro, isto é, os bancos privados. Isto quer dizer que os juros  chegam a 3,5% ao ano.

Como fazer sua inscrição no FIES 2013?

Para fazer sua inscrição no FIES, o primeiro passo é uma inscrição prévia no site do FIES http://sisfiesaluno.mec.gov.br/seguranca/principal. Logo após esta inscrição prévia, o estudante deverá fornecer seus dados pessoais como CPF, endereço, data de nascimento e ficar atento ao quadro de avisos de cor verde, no site http://sisfiesportal.mec.gov.br  Pois é lá que ele fica sabendo da aprovação.

Concluída a etapa de inscrição, o estudante precisará validar sua inscrição junto a Comissão permanente de Supervisão e Acompanhamento, (CPSA),  isto é feito junto a instituição de ensino escolhida, isto é a faculdade. Após o prazo de dez dias  que é o prazo médio para análise do pedido de validação  o estudante recebe da comissão  a concessão ou negativa do benefício requerido por ele(a).

Após a análise da documentação e a liberação das guias e demais documentos tanto pela instituição quanto pela comissão, o estudante pode se dirigir a instituição bancária, neste caso a Caixa Econômica Federal e levar os documentos que comprovam ser ele o beneficiário do sistema FIES, para dar continuidade ao processo.

Veja aqui, uma simulação de valores e condições referentes ao ano de 2013:

Você pode fazer sua própria simulação no  portal do sisfies.

Aqui escolhemos um curso de 12 semestres começando em 2013 com uma mensalidade de R$ 600 e o resultado foi:

#1 Durante a fase de utilização do FIES: No período de duração do curso, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50,00, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento. Até a conclusão do curso no ano de 2018

#2 Fase de carência do FIES após a conclusão do curso: Após a conclusão do curso, o estudante terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento, esta carência é o período que o estudante terá para ter condições financeiras de arcar com o pagamento dos valores do financiamento contratados. Nesse período, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50,00, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.

#3 Fase de amortização do FIES: Encerrado o período de carência, o saldo devedor do estudante será parcelado por período até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses. Que no nosso caso ficaria uma parcela de 43,87  por mês, até o ano de 2039. Para verificar o seu caso especifico faça a simulação no site do FIES

Para mais informações visite o site do FIES. FIES uma forma simples e prática do estudante conseguir concluir o sonho do nível superior com o auxílio do governo. E tudo isto com taxas em geral bem inferiores as cobradas por bancos tradicionais.

E você gostou deste artigo? Quer ter acesso a informações sobre oportunidades na internet direto em seu e-mail? Então, não deixe de assinar nossa lista de e-mail, preenchendo o formulário verde no topo da barra lateral a direita deste artigo. Assinando hoje você ainda recebe um e-book com 10 dicas de produtividade inteiramente grátis.

 

2 Comentários para: “Como faço para me inscrever no FIES 2013?

  1. Fazer uma faculdade hoje em dia é simplesmente primordial pois hoje somente uma faculdade pode lhe qualificar para uma profissão, claro que também temos os cursos técnicos no qual o Brasil tem uma grande carência hoje tem dia no Brasil falta técnicos. Aliais acho que pode ser um bom artigo sobre cursos técnicos ?!

    Como o FIES, os futuros universitários podem fazer sua faculdade tranquilamente assim podendo realmente se preocupar com os estudos e ser um bom profissional. Com regras bem claras, juros baixo e prazos para pagamento o FIES hoje sem duvida é a melhor opção para todos.

    Então vá atras dos seus objetivos hoje não a desculpa !!! Sucesso

  2. Muito bom, eu irei fazer vestibular este ano e tentar ingressar em uma faculdade de medicina e os valores de uma particular na minha região são muito altos, a que quero prestar custa aproximadamente R$ 3,100 reais ao mês, um valor que sem ajuda de um governo muitas pessoas não iriam conseguir pagar. É preciso de maiores incentivos neste meio para a formação de novos jovens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.