A Crise de Portugal

Portugal
A crise de Portugal pode ser boa oportunidade. Imagem MSVG Flickr creative commons atribution

Portugal passa pela maior crise que me lembro. Do ponto de vista económico, 2013 vai ser o pior ano das nossas vidas e isso tem consequências sóciais devastadoras. Nas últimas semanas buscas no Google  por palavras como centro emprego, net emprego, expresso emprego, subiram sem contar o crescimento na busca por termos como emprego Alemanha, emprego Moçambique e Kioske do emprego que subiram mais de 70% de acordo com o Google Trends. Mas, a crise pode ser boa oportunidade.

Eu cresci num mundo seguro, onde havia um estado social capaz de dar conforto e apoio aos mais carenciados, onde a maioria das pessoas viviam bem, onde aquelas que tinham mais dificuldades podiam ansiar por uma vida melhor, onde as gerações futuras iriam viver melhor que as passadas, onde a saúde e educação eram bens adquiridos.

>> Como ganhar 100 Reais (37 ) por dia

 

Hoje, em Portugal, estamos a empobrecer de dia para dia. Num ápice, há famílias inteiras que deixaram de ter uma vida desafogada, com casa, carros, escola para os miúdos, férias no estrangeiro, uma mão cheia de gadgets, passando para uma situação que têm de pedir ajuda para dar de comer aos filhos.

Busca de emprego continuam subindo em Portugal
Print screen da pagina do Google trends revelando aumento de buscas or palavras como emprego Alemahã e Moçanbique

O número de casas e carros entregues aos Bancos é avassalador. As perspetivas são do agravamento da situação e não se avista o ponto de inversão. Há quem diga, que em Portugal,  vamos demorar 20 anos para voltar à situação que tínhamos antes desta crise, ou seja, em 2028, estaremos ao nível de 2008, animador? Não?

Eu tenho algumas dúvidas que isto assim seja. Acho que estamos no fim de um ciclo, mais um, assim tem sido ao longo dos tempos. Mas isso é bom. Estamos a viver um dos momentos importantes da História da humanidade e de Portugal. Está na altura de criar algo novo, de dar o salto qualitativo na forma como nos organizamos, na forma como vivemos.

Os nossos netos vão aprender nas aulas de História que, em 2008, começou a crise que mais tarde deu origem ao mundo novo e vão pensar: “como eu gostava de ter vivido naqueles tempos”.

O maior problema com o qual nos deparamos neste momento é que, a maior parte das pessoas ainda não se apercebeu disso. Continuam agarradas aos antigos hábitos. É verdade, que também ainda não lhes foram dadas alternativas e o desconhecido é sempre assustador. É esse o motivo de sofrimento destas mudanças, porque se não houvesse sofrimento, também dificilmente haveria mudança…

Esta fase deve ser vista como um tratamento doloroso, a que nos temos de sujeitar, mas sabendo que a seguir vamos ficar melhor.

Outras Opiniões sobre a Crise

 

2 Comentários para: “A Crise de Portugal

  1. Não sei ao certo o motivo de ter acontecido a crise em Portugal, um país onde seus veículos e o custo de vida sempre foram baixos. Eu tenho parentes que vieram embora do país para o Brasil devido ao desemprego, mas mantenho uma boa dúvida, será que está crise irá causar o mesmo efeito em que a dos EUA causou no mundo todo, ou será algo mais fechado e não irá afetar tanto como foi a crise da Grécia?

    • Olá Jackson,
      A crise em Portugal é reflexo da crise na Europa que é reflexo da crise dos EUA, também conhecidas por crises financeiras, a globalização é isso mesmo.
      Vc já ouviu falar no efeito borboleta?
      Na Europa a crise começou na Irlanda, depois veio a Grécia, de seguida Portugal e agora temos Espanha e a Itália que ainda não pediram ajuda mas pode acontecer a qualquer momento. Como a Europa (Alemanha e França) não estão a conseguir conter a propagação destas crises é bem possível que toda a Europa entre nesta escalada recessiva e isso é claro que vai afectar a economia mundial toda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.