Setor de purificadores Brazon aposta em e-commerce para impulsionar as vendas no setor

A internet transformou o modo de consumir das pessoas. De acordo com uma pesquisa divulgada pela E-bit, 61,6 milhões de indivíduos no Brasil, já realizaram alguma compra pela internet. Esse cenário justifica o investimento de empresas, de diversos setores, em lojas virtuais.

Um estudo realizado pela CVA Solutions, mostrou que a web vem se destacando como um dos principais canais de compra de purificadores e bebedouros. A internet é responsável por 13,2% das vendas de purificadores e 18,9% da distribuição de bebedouros.

qualidade de águaAtenta a este atual cenário, a Brazon, empresa do segmento de purificadores e filtros de água, decidiu apostar em um e-commerce para atender a demanda dos clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.

A crise hídrica,que impacta o sudeste do Brasil, também acabou favorecendo o setor, uma vez que as pessoas estão receosas com relação a qualidade da água fornecidas pelos reservatórios. Além disso, as condições dos encanamentos também interferem no estado da água que chega às casas brasileiras.

criseA empresa faz os principais e mais exigentes testes de qualidade para conceituar seus aparelhos e garantir uma água livre de bactérias e ideal para o consumo.

A ingestão de água contaminada pode acarretar uma série de doenças, como leptospirose, hepatite A, rotavírus, febre tifoide, entre outras patologias. Portanto, é fundamental fazer a manutenção de filtros e purificadores para garantir a qualidade da água.

Uma recente pesquisa realizada pela CVA Solutions apontou que 80% das pessoas, que possuem purificadores em casa, trocam o elemento filtrante e fazem a higienização dos aparelhos após o equipamento completar um ano de uso. Porém, a manutenção deve ser feita de acordo com a especificação de cada produto.

Novos parâmetros de qualidade

Todas as empresas do setor de purificadores devem fazer testes de cloro, partículas e bactérias e,em 2016, serão obrigadas a provar também o consumo de energia e capacidade de refrigeração.

imagem3A Brazon, preocupada com o impacto de suas ações, já trabalha de forma sustentável e dentro das normas previstas para o próximo ano. Entre os principais cuidados estão: uso de gases refrigerantes inofensivos ao meio ambiente (R134a), materiais de produção atóxicos, baixo consumo de energia e doação de materiais excedentes.

As novas medidas visam garantir mais segurança, economia e qualidade dos produtos oferecidos ao consumidor. Os resultados dos novos testes serão identificados por etiquetas padronizadas pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem, PBE.

Post Colaborativo por Brazon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.