Chegada do Uber a Salvador gera polêmica entre taxistas

Para infelicidade de muitos taxistas baianos e felicidade de alguns usuários o serviços de transporte urbano particular por aplicativo, mais conhecido como: Uber, anunciou o início de suas atividades em Salvador nesta quinta-feira dia 7 de abril de 2016.

Como era de se esperar, o anúncio gerou polêmica na internet, já que o poder público municipal soteropolitano teria anunciado que vai combater o uso do aplicativo e  que este representaria transporte público ilegal.

Mas, de acordo com artigo publicado no site do G1 O diretor de comunicação do Uber, Fabio Sabba informou que o serviço é plenamente Legal  e estaria de acordo com legislação de mobilidade urbana Federal.

Segundo o artigo do site G1 a prefeitura da cidade estaria, a partir desta quinta-feira, com uma equipe fiscalizadora montada para aprender Veículos a realizar o transporte via Uber e que seriam considerados como transporte clandestino leia a materia sobre opinião da prefeitura no site do correio completa aqui.

Uber em Salvador mais competição para os taxistas

Já para os taxistas soteropolitanos a infelicidade relacionada ao Uber advém do fato do aplicativo favorecer a cobrança de uma tarifa muito mais barata do que a cobrada pelo transporte público municipal, via táxi. Além disto,  o Uber apenas trabalharia com Veículos mas bem equipados do que a maioria  dos taxis baianos.

Para os motoristas de táxi a competição com Uber seria impraticável pois aplicativo pagaria menos impostos aos cofres públicos municipais, e só assim, poderia oferecer serviços com tarifas menores e mais baratos.

Embora os casos de violência envolvendo o uso do aplicativo Uber tenham diminuído nas capitais em que o mesmo já é utilizado no Brasil a polêmica ainda continua principalmente quando da introdução do aplicativo em novas capitais.

“Quero ver o taxista agora falar que não vai ligar o ar, entre outros pra ver se o povo não vai pro uber..” Disse um leitor do artigo no site do g1 sobre o uber..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.