AMBULANTES SE TRANSFORMAM EM ARTISTAS

“Mete a mão, preciso comprar o pão! Não quero passar fome não, tenho que levar comida para mesa e garanti o leite do meu filhão”.- Vendendor Ambulante anônimo de Salvador” “Eu poderia está me prostituindo, roubando ou traficando. Desculpe-me por Continue lendo AMBULANTES SE TRANSFORMAM EM ARTISTAS