COMO CRIAR CAMPANHAS VIRAIS

Marketing viral, O que é como  funciona e como repetir. Imagem © thingamajiggs - Fotolia.com
Marketing viral, O que é como? funciona e como? E como repetir. Imagem © thingamajiggs - Fotolia.com

Marketing viral

Em 1998 a expressão Marketing Viral ganhou oficialmente o título de palavra do momento. No entanto, hoje em dia, ainda muitas pessoas não sabem o que ela significa e como o efeito viral pode ser alcançado por empresas e empreendedores. Para se ter uma ideia do potencial do Marketing Viral, em apenas uma  década, do final dos anos 90 até o fim dos anos 2000,  a quantidade de dinheiro circulando em torno do marketing viral nos EUA, saltou de alguns milhões de dólares para alguns bilhões de dólares.

Mas, embora a expressão marketing viral seja nova, o conceito por detrás dela não é.   Todo bom vendedor no decorrer da história tem se beneficiado da propaganda viral ou publicidade viral. Ela não difere muito da ideia de um bom boca a boca.  Por exemplo, alguém compra um produto, fala sobre ele para seus amigos, que fazem o mesmo com os amigos deles que por sua vez contam para seus amigos e assim por diante. Desta forma o vendedor acaba ganhando um enorme mercado sem gastar absolutamente nada com o marketing tradicional.

Mas a característica mais atraente do marketing viral é a sua velocidade. Nos últimos anos esta velocidade tem sido aumentada como a expansão do acesso a internet que tem catalisado e acelerado todo o processo. Antes, talvez uma boa campanha levasse alguns meses para  se tornar viral, hoje precisamos apenas de alguns minutos para que a mesma coisa aconteça.

O exemplo mais marcante deste potencial foi a expansão quase que explosiva do provedor de emails hotmail no final dos anos 90.  Criado em 1996 por   Sabeer Bhatia e Jack Smith, o hotmail alcançou 20.000 usuários no fim de seu primeiro mês. Em menos de 2 anos o serviço de email que hoje pertence a microsoft tinha conquistado mais de 12 milhões de usuários e aumentava este número em mais de 100.000 novos usuários por dia.  A novidade em tudo isto era a mensagem no fim de cada email postado pelo usuário hotmail “Get your free email at Hotmail” (“Obtenha o seu e-mail gratuito no Hotmail”).  Mas de lá para cá, pesquisadores desvendaram alguns dos segredos do marketing viral e separaram  6 aspectos fundamentais para o sucesso.

Os 6 passos para criar campanhas de marketing viral

1. O criador da campanha precisa entregar algum produto ou serviço de forma gratuita;

2. Para se tornar viral, a mensagem precisa ser transmitida de uma forma simples, rápida e prática. Para isto, a regra é quanto menos cliques melhor;

3. A produção do produto indicado precisa ser flexível, ou seja, a oferta do produto precisa satisfazer a demanda. Isto porque se a demanda exceder a oferta do produto ou serviço, o efeito será destrutivo para quem iniciou a campanha;

4. A campanha deve ser baseada em ideias que motivam as pessoas, algo que elas buscam na vida – dinheiro, felicidade, sucesso, amizade e assim será mais fácil de ser aceita etc.

5. A campanha precisa encorajar os espectadores a distribuir a mensagem entre seus contatos e conhecidos;

6. É preciso usar os recursos controlados por outros produtores de conteúdo, como a inserção de links em outros sites, ou mesmo a criação de conteúdo que pode ser facilmente vinculado em outros sites como vídeo, audio, e programas, assim enquanto os outros divulgam o trabalho deles acabam divulgando o seu trabalho em contrapartida.

Qual a diferença entre viral marketing e marketing tradicional.

O marketing viral se diferencia do marketing tradicional em dois grandes aspectos. Eles são, baixo custo e a possibilidade de rastreamento. Embora outros aspectos como imprevisibilidade também sejam característica dele, é  a capacidade de medição da interação entre clientes a verdadeira revolução. Anteriormente era possível saber quantas pessoas viram um comercial ou escutaram um anúncio, mas não se podia quantificar quantas delas compartilharam com amigos, qual a velocidade em que ele ocorreu, ou mesmo, se este compartilhamento foi positivo ou negativo. Hoje, com o auxílio das mídias sociais, redes sociais e aplicativos específicos, é possível saber quem curtiu ou não determinada campanha praticamente em tempo real. Enquanto o marketing tradicional depende do impacto que causa nos espectadores, o marketing viral  explora o desejo de comunicar presente em cada cliente e o potencializa para atingir outros clientes.

Outro aspecto importante e diferencial entre os dois tipos de marketing é quem fala para quem. Enquanto no marketing tradicional o vendedor fala por meio da propaganda e a massa de clientes simplesmente escuta, lê ou assiste o conteúdo, no marketing viral o espectador é a figura mais importante. No marketing viral, O foco é na conexão entre os clientes, os vínculos de amizade, parceria e conhecimento compartilhados entre eles. Eles falam entre si, sobre o produto e sobre as suas experiências com o produto, e assim divulgam os dois. Mas, existem alguns cuidados a serem tomados na hora de criar uma campanha viral para se ter mais resultados.

Especialistas sugerem algumas dicas na hora de criar campanhas virais, separamos algumas das mais relevantes:

1. Não engane o seu público, seja criativo, inovador e atraente;

2. Marketing viral  é sinônimo de marketing pessoal, precisa ser simples e atraente. A ideia é capturar a atenção da audiência nos primeiros 10 segundos;

3. Não use linguagem propagandista, como as que vemos em anúncios, a peça precisa ser ser relevante para a audiência, valar sobre o que importa pra eles;

4. Procure fazer algo autêntico

5. Na falta de verba, uma opção é apelar para as boas e velhas parodias, elas sempre funcionam e atraem a atenção.

6. O marketing Viral, é Ideal para produtos consumidos por impulso, sendo mais difícil de ser aplicado quando o objeto é muito caro, como: um carro, uma casa, etc.

Marketing viral não é spam

É bom não confundir marketing viral com spam. Os dois sistemas são bem diferentes e geram resultados bem diferentes também. Enquanto o spam é simplesmente uma mensagem enviada para milhões de pessoas. O Marketing para ser Viral precisa estar conectado a um serviço ou produto que o espectador pode testar ou provar. Isto porque as Pessoas enviam para suas conexões coisas que eles acreditam irão interessar e capturar a atenção deles. Um dos problemas nesta área, que dificulta a distinção entre marketing viral e spam é quando empresas pagam seus clientes para compartilhar publicidade entre amigos.”Envie para os seus amigos e ganhe um desconto de X R$” “Ganhe dinheiro enviando email, são apenas alguns exemplos”. Assim, está prática acaba dificultando a distinção entre estes dois  sistemas.

6 Comentários para: “COMO CRIAR CAMPANHAS VIRAIS

  1. Sem duvidas o marketing viral é uma das ferramentas mais bem sucedidas do marketing porque leva a confiança de quem passa a mensagem, diferente de ver um anuncio que é estático apesar de causa sensações!

    Parabéns pela matéria!
    abraços

  2. Pingback: ESTUDETES RECLAMAM DA GREVE DOS PROFESSORES E DÃO AULA DE MARKETING VIRAL NA BAHIA. | Nuvendigital

  3. Pingback: Como turbinar sua startup em 5 passos – Empreendedor Universitário

  4. Parabéns Fábio. Conteúdo bem conciso e pertinente para aqueles que se engajam nesse delivery de startups no mercado. Mantenhamos contato!

Deixe uma resposta para mbarreto82 Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.